Criado em 19-10-2010
www.facebook.com/clube.artfactu

domingo, 28 de maio de 2017

ARTFACTU 1 BIQUEIRAS DE AÇO 8 - MAU

Crónica do jogo por Manuel Fernando Cabral Pinheiro

Mais um jogo (a)típico da nossa equipa...

Primeiros 5/10min. com alguma posse de bola e minimamente sem comprometer nos movimentos defensivos.

Com naturalidade os BA chegam ao 1-0 com muita felicidade após um "deslize" protagonizado pelo Alex que estava condicionado mas não aliviou prontamente a bola dentro da nossa área, permitindo a intervenção de um adversário que gerou um ressalto que fez a bola entrar caprichosamente na nossa baliza! 

O 2-0 surgiria após uma defesa de recurso do nosso guarda-redes sobrando a bola para um deles, que estava isolado, e fez o mais fácil limitando-se a empurrar a bola para o fundo da baliza. 

Mesmo assim mantivemos a nossa postura em campo e conseguimos alcançar o 2-1 através de uma boa combinação colectiva, sendo o Flores o último da nossa equipa a tocar na bola fazendo um cruzamento para a área onde um adversário na tentativa de cortar a bola faria auto golo.

Assistíamos a um jogo equilibrado com os BA a tentar surpreender-nos com jogadas ao primeiro toque e desmarcações rápidas baralhando a "cabeça" a alguns dos nossos jogadores refletindo-se nas sucessivas falhas de marcação.

O 3-1 surge num livre bem batido por parte de João Paulo Brito mas no qual ficou a sensação/certeza de que o nosso guarda-redes poderia ter feito melhor se estivesse melhor colocado.

Momentos depois surgiria o 4-1, resultado com que iríamos para intervalo.

Início da 2ª parte, praticamente só com uma equipa em campo dado que a outra a ficava a ver!, ou pior... a entregar o jogo e a deixar jogar!!! 

Os BA marcariam assim mais 4 golos (todos pelo Rebelo e todos eles muito consentidos) ficando a ideia de que a goleada surgia não tanto por mérito próprio mas mais por nosso demérito.

Nota-se uma clara falha de comunicação entre nós, continuamos a tentar marcar à zona, enquanto alguns estão numa marcação individual, variadíssimos passes errados ou sem nexo, percas de bola em domingos falhados, em fintas no sector defensivo ou por não se soltar a bola, muito cansaço, permissividade a roçar o infantil na defesa e inoperância na saída para o contra golpe e ataque.

Se conseguir-mos acertar nas marcações e partirmos com segurança para o ataque os resultados serão outros com certeza e claramente, não chegando ao ponto de afirmar que ganharíamos este jogo, mas a "VERGONHA" destes resultados deixaria de existir.

Resumindo... resultado não diria injusto mas inglório e demasiado pesado para os elementos que jogo após jogo dão tudo de si em campo.

Salva-se o convívio e diversão, mas a vertente desportiva também é importante para esta equação e com estes resultados podemos correr o risco de a motivação não ser a melhor vindo-se a refletir na performance individual.

De salientar ainda que o Clube Artfactu tem um dos bons (melhores) 😁 "correcção automática"... guarda-redes deste torneio, caso contrário os resultados seriam muito mais avultados. 

Manuel Pinheiro

domingo, 21 de maio de 2017

J3 - ARTFACTU 2 MABIC 7: MÁS ENTRADAS FATAIS


Afinal nada de novo.
O início dos nossos jogos e das segundas partes trazem, recorrentemente, para o relvado uma equipa desconcentrada e desconexa.
Assim aconteceu de novo e aos 6m já perdíamos por 0-2 com dois golos completamente facilitados.
No primeiro responsabilidade para o árbitro que viu uma segunda bola invadir o terreno de jogo sem o interromper tendo Tomás ido tirar a bola de campo enquanto o adversário fazia um centro longo para Pombo aparecer isolado a cabecear para o 0-1.
O segundo com uma falha de marcação no centro da nossa área com Bruno a deixar Pombo sozinho que recebeu a bola e fez o 0-2 sem dificuldade.
Após os 10m iniciais a equipa consolidou-se e passou a discutir o jogo de igual.
Méren de cabeça faria 1-2 mas de novo numa falha de marcação Manteigas faria o 3-1.
Veio o melhor período de jogo da nossa equipa em que fizemos o 2-3 por Alex, de cabeça, a responder a centro perfeito de António mas p 3-3 não surgiria por pouco apesar de flagrantes oportunidades desperdiçadas.
Quando se previa uma segunda parte a discutir-se o resultado em face da desvantagem mínima veio o descalabro.
Equipa a dormir e em 3m (aos 26, 28 e 28 de novo) 3 golos sofridos, todos em contragolpe com o jogo simples de tabelas rápidas do Mabic a colocarem o resultado em 2-6 e a matarem o jogo.
Reequilibrado o jogo tivemos então mais 22m de jogo equilibrado com a ineficácia ofensiva a não traduzir em golo nenhuma das várias ocasiões geradas com os Mabic já perto do fim a fecharem o score nos 2-7.


domingo, 14 de maio de 2017

J2: ARTFACTU 3 AUTOCAB 0 - SEGURANÇA E CONCENTRAÇÃO

Com a equipa a entrar no jogo a jogar como deveria jogar sempre, coesão defensiva com posse e circulação de bola, as hipóteses do adversário chegar à nossa baliza diminuem e a vitória fica mais perto.

Assim aconteceu nesta sexta-feira com a nossa equipa a juntar à segurança defensiva boa posse e controlo de bola procurando chegar ao golo com futebol apoiado ao invés do ineficaz jogo directo em que caímos muitas vezes.

O guarda-redes adversário era chamado a jogo com maior regularidade e maior grau de dificuldade do que o Manel e foi adiando o nosso primeiro golo que surgiria aos 12m numa arrancada de Ricardo que abriu na direita em Peter que fez um passe de bandeja para a entrada central da área onde apareceu Bruno a rematar colocado para o fundo das redes.

Até ao final da primeira parte o segundo golo esteve quase a aparecer com destaque para uma defesa de grande nível do guarda redes dos Autocab a cabeceamento de António.

A segunda parte deu início ao nosso pior período no jogo com o adversário a arriscar numa pressão alta e a nossa equipa a cair em precipitações e perdas de bola em sector defensivo valendo-nos nesses primeiros 8/10m a prestação do Manel e alguma ineficiência do ataque adversário.

A equipa viria a serenar e a voltar a sair com qualidade a jogar e o 2-0 surgiria numa boa jogada com Alex a colocar em Flores na linha de fundo com este prontamente a assistir para Abreu que de primeira rematou rasteiro e colocado ao segundo poste sem dar hipótese ao guarda-redes.

Jogo controlado até ao final com Bruno a alcançar o 3-0 a 4m do final ao ganhar a bola no centro do terreno progredindo sem oposição e rematando implacavelmente para o fundo das redes da baliza adversária.

Destaque para a ficha limpa na nossa baliza o que já não sucedia desde os 4-0 ao Team Assistência em 13-11-2015

domingo, 7 de maio de 2017

JOGO 1: ARTFACTU 2 IBIZAS 5 - INEFICÁCIA

Início de novo campeonato mantendo os problemas do que cessou com a equipa indefinida até minutos antes do início do jogo.
Com apenas 7 jogadores do plantel, sendo que dois deles com disponibilidade reduzida (Tomás lesionado e Abreu doente) houve a necessidade de convocatória em cima da hora de Vitor e Filipe.

Ultrapassadas estas dificuldades a equipa apresentou-se em campo disposta a aplicar no terreno o acordado no balneário e assistimos a uma 1ª parte com algum do melhor futebol conseguido nos últimos meses.

Foram 25 minutos intensos de jogo bem disputado por ambas as equipas em que a bola foi sempre bem tratada e os guarda-redes eficazes.

Com os nossos remates a falharem o alvo por pouco e Manel a fazer defesas de alto nível um golo surgiria numa das nossas raras falhas e em que, mais uma vez, a sorte nos foi madrasta num ressalto que potenciou o 0-1.

A segunda parte trouxe de novo um bom futebol mas em mais um lance de infelicidade o 0-2 surgiu.

A sorte viria a sorrir-nos e num choque entre o guarda-redes e um defesa dos Ibizas a bola sobrou para Vítor que reduziu para 1-2.

O jogo contudo viria a partir-se com o 1-3 para os Ibizas ao qual a nossa equipa respondeu abandonando o jogo colectivo para soluções mais individuais, menor comprometimento defensivo e colectivo que viria a custar-nos o 1-4, atenuado por Alex a obter o 2-4, mas logo com o 2-5 a surgir.

Vitória que acaba assim por ser justa para os Ibizas que foram mais eficazes na concretização e mantiveram coesa a equipa e o seu modo de jogar ao longo dos 50m.


domingo, 23 de abril de 2017

ARTFACTU 3 BIQUEIRAS 9: O COSTUME


Mais um jogo com e equipa desfalcada apresentando apenas 6 jogadores do plantel e recorrendo a 3 outsiders.
Início de jogo ainda sem o Manel em campo com Pedro na baliza a custar-nos o 0-1.
Com Manel já em campo a equipa mantinha-se desorganizada e o adversário chegava aos 0-3 aos 10m de jogo.
Pedro assumiria então o eixo central da defesa e a equipa organizava-se defensivamente e estancava-se assim o fluxo ofensivo do adversário que tinha agora mais dificuldades em criar ocasiões e, quando o conseguia, tinha em Manel a última barreira instransponível.
O nosso jogo já saía agora apoiado em termos ofensivos mas o guarda-redes adversário estava igualmente soberano na sua baliza.
O intervalo chegava com 0-3 e um jogo bem mais equilibrado.
Para a segunda parte Filipe fechava com Pedro a defesa apoiada pelo resto da equipa e por um Manel em destaque e o espaço que os Biqueiras davam permitiam os nossos ataques que dariam o 1-3 por Tomás oprtuno numa recarga após defesa du guarda redes adversário logo aos 2m do segundo tempo.
Aos 10m na sequência de canto Méren fuzilava de cabeça a baliza dos Biqueiras e reduzia para 2-3.
O jogo estava agora dividido e o empate parecia poder surgir a qualquer instante.
Num lance em que o árbitro foi enganado por Rebelo assinalou penalty por pretensa falta de Alex mas o próprio Rebelo marcaria a penalidade por cima da baliza.
Estranhamente seria o nosso canto do cisne.
Após 30m de organização defensiva sem sofrermos qualquer golo e a discutirmos o jogo a equipa partiu-se, assumiu posições ofensivas sem capacidade física para recuperar no terreno e os adversários, exímios na qualidade de passe e tabelas no ataque, chegavam em vantagem de 4 para 2 e até de 4 para 1 à nossa baliza e dispararam no resultado fazendo 6 golos em 8m.
O convidado Tiago ainda reduziria para 3-9 em cima do apito final num jogo em que mais uma vez a equipa pensou que é a ir para a frente sem critério tácticto e com perdas de bola facilitadas que recupera resultados sofrendo assim nova goleada.
É altura para se aprender alguma coisa com as duras lições que nos foram aplicadas.